sábado, 23 de janeiro de 2016

Arnaldo Rascovsky: Os meninos aprendem o que vivem

Houve um tempo em que me interessei por psicologia e psiquiatria e, entre outros autores, conheci a obra do pediatra e psicanalista argentino Arnaldo Rascovsky (1907-1995), que ganhou a minha admiração principalmente pelo seu trabalho em defesa dos direitos das crianças e a criação da FILIUM (Asociación Interdisciplinaria para el Estudio y la Prevención del Filicidio). Foi nessa época que conheci seu famoso decálogo sobre educação que, se não me engano, está publicado em seu livro O Filicídio (El Filicidio), lançado no Brasil pela Artenova (1974).

Pela sua pertinência e porque as próximas postagens serão de poemas produzidos por crianças, em recente Oficina de Haicai em Compromisso, que orientei, confira a nova adaptação¹ que fiz para o português, com o título Os Meninos Aprendem o que Vivem.   


                  

Os meninos aprendem o que vivem
Arnaldo Rascovisky

SE um menino vive criticado,
      aprende a condenar.

Si un niño vive criticado,
aprende a condenar.

SE  um menino vive com hostilidade,
       aprende a brigar.

Si un niño vive con hostilidad,
aprende a pelear.

SE  Um menino vive humilhado,
       aprende a sentir-se culpado.

Si un niño vive avergonzado,
aprende a sentirse culpable.

SE  um menino vive com tolerância,
       aprende a ser tolerante.

Si un niño vive con tolerancia,
aprende a ser tolerante.

SE  um menino vive com estímulos,
       aprende a confiar.

Si un niño vive con estímulos,
aprende a confiar.

SE  um menino vive estimado,
       aprende a estimar.

Si un niño vive apreciado,
aprende a apreciar.

SE  um menino vive com justiça,
       aprende a ser justo.

Si un niño vive con equidad,
aprende a ser justo.

SE  um menino vive com segurança,
       aprende a ter fé.

Si un niño vive con seguridad,
aprende a tener fe.

SE  um menino vive com aprovação,
       aprende a querer-se bem.

Si un niño vive con aprobación,
aprende a quererse.

SE  um menino vive com aceitação e amizade,
       aprende a encontrar amor no mundo.

Si un niño vive con aceptación y amistad,
aprende a hallar amor en el mundo.

*
versão e ilustração de Joba Tridente

Arnaldo Rascovsky (1907-1995), pediatra e psicanalista argentino é autor de Conocimiento de la mujer; Conocimiento del hijo; El filicidio: la agresión contra el hijo; El psiquismo fetal; La universalidad del filicídio; La matanza de los hijos y otros ensayos; Decálogo de los buenos y malos padres: nueva visión sobre las relaciones entre padres e hijos; Psicoanálisis de la manía y la psicopatia; Niveles profundos del psiquismo; Patología psicossomática; Psicoanálisis de la guerra; Filicidio, violencia y guerra; Apuntes sobre la relación madre-hijo; La cara oculta del cine. Fonte bibliográfica: Wikipédia.


¹ Na antiga versão, creio que por erro de digitação gráfica, no texto original, troquei “hallar” (encontrar) por “hablar” (falar).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...